O Centro Educacional de Diadema oferece através de nossa parceria, atendimento Psicológico e Psicopedagógico.

Agende uma avaliação.

corpo docente 1.jpg

PSICOPEDAGOGIA:
A Psicopedagogia como o próprio nome sugere, vem da união dos saberes das áreas de
psicologia e pedagogia. Mas, na verdade engloba diversos conhecimentos como por
exemplo, a neurociência. Tem por objetivo principal entender todo o processo que leva o
ser humano a assimilar e a construir o conhecimento; e se dedica ao estudo dos processos
de aprender e ensinar. Contribuindo assim, para que as crianças, jovens e/ou adultos
melhorem sua aprendizagem, aumentem a capacidade de pensar, aprimorem o
desempenho escolar, a autonomia, autoestima e relacionamento interpessoal.
O psicopedagogo é o especialista habilitado para atuar com os processos de aprendizagem
e suas dificuldades junto à instituição escolar e aos alunos, como também apto para
assessorar professores e pais a lidarem com os princípios da aprendizagem humana, com
técnicas de avaliação e intervenção psicopedagógica. Realiza diagnóstico e prevenção das
dificuldades e/ou transtornos de aprendizagem, tais como, Dislexia, Discalculia,
Disgrafia, Atraso do desenvolvimento global, TEA (Espectro Autista), TDAH (Déficit de
Atenção e Hiperatividade), entre outros, dentro de uma perspectiva educacional e
psicossocial. E cabe a ele investigar a origem da dificuldade apresentada, sendo ela,
mental, social, física e/ou emocional.

PSICOLOGIA ESCOLAR:
A Educação é um fenômeno social complexo, pois toda a organização e funcionamento da
sociedade constituem-se em uma situação educativa. A intervenção do psicólogo no ambiente
escolar está ancorada na compreensão das relações sociais, do significado dessa relação, de
como ela contribui para a constituição do sujeito, e assim, para a ação pedagógica. As ações são
preventivas e interventivas, criando com os professores um espaço de interlocução que
privilegie os aspectos do desenvolvimento e aprendizado. Acompanhando no processo de
ensino/aprendizagem no âmbito escolar. Atendendo tanto as urgências desse cotidiano (de
angústias e sofrimento psíquico dos alunos, professores/educadores e pais), quanto as
atividades planejadas, observação e análise dos processos e das condutas afetivas presentes no
processo de ensinar e aprender.